O QUE ACHAMOS DE :: EM RITMO DE FUGA


 O jovem Baby (Ansel Elgort) tem uma mania curiosa: ele precisa ouvir músicas em seu Ipod o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Por ser um ótimo motorista, ou melhor, piloto de fuga, ele é designado por pela gangue de criminosos liderada por Kevin Spacey para dirigir os carros durante a fuga e escapar dos policiais. No entanto ele conhece uma garçonete que também é viciada em música igual a ele e os dois se apaixonam. Mas quando um assalto não sai como planejado, ele é obrigado a mudar seus planos e cair na estrada.

Com um estilo totalmente novo e engajado, “Em Ritmo de Fuga” te faz entrar na tela no cinema e viver toda a aventura por trás do volante junto com Baby. Quem dirige o filme é Edgar Wright que também dirigiu o conhecido "Scott Pilgrim Contra o Mundo". Ele conseguiu de uma maneira espetacular trazer ao público um filme excelente e envolvente que te faz ficar com os olhos e os ouvidos vidrados o tempo todo.


Baby é espetacularmente interpretado por Ansel Elgort, que fez todo mundo chorar ao fazer o filme “A Culpa é das Estrelas”, vem agora para nos fazer querer sair pela rua afora com o fone de ouvido no último volume na maior empolgação.  Seu papel tá fabuloso, o garoto parece que nasceu para interpretar Baby e este é um dos seus melhores papéis no cinema e fez um tremendo trabalho atuando junto com grandes estrelas do cinema como o Kevin e Jamie. Ele conseguiu ser engraçado, simpático e inteligente e soube muito bem aproveitar o seu espaço.

Jammie Foxx faz um ótimo papel, ao mesmo tempo em que você o adora você começa a odiá-lo, ele é um tremendo babaca, mas tem um carisma bem interessante.
 Kevin Spacey é um gênio no cinema, tudo que ele faz lhe cai perfeitamente, ele detona no filme, sendo bom ou mau, de todas as maneiras, mesmo sendo ameaçador ele consegue te envolver.
 Jon Hamm e a sua namorada tiveram uma química surpreendente, eles são assassinos e criminosos a sangue frio, se amam perdidamente e fazem tudo juntos.

Também há romance no filme, mas posso afirmar que não é aquele tipo de romance que pode chegar e estragar tudo, tornando as coisas melosas demais, pelo contrário, o relacionamento deles é envolvente e adorável.

Suas cenas de ação são impactantes e energizantes, fazendo você dirigir mentalmente junto com ele para fugir da policia e das enrascadas. As sequências de perseguições de carro e até as perseguições a pé foram perfeitas, parecem tudo bem reais, o modo como ele consegue escapar e driblar dos outros carros foram fenomenais. O modo como filmaram e editaram merecem uma medalha de ouro.

Este é um filme espetacular, da fotografia a trilha sonora que não podemos deixar de citar de jeito nenhum, a música que Baby escuta no seu Ipod é ao mesmo tempo a trilha do filme misturado com os diversos barulhos que há nele, mas isso não atrapalha de modo algum a sua concentração, muito pelo contrário, ele tá muita adrenalina, cada cena e cada música combinam perfeitamente com tudo que está acontecendo. Em Ritmo de Fuga tem tudo para ser uma obra prima atual do cinema e deverá ser lembrado por muito tempo. 

Como bônus, aqui vai a trilha sonora para você já se ir se preparando até  o dia da estreia:






Share on Google Plus

About Dani Baquette

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário