BATMAN: O RETORNO :: 10 Curiosidades que (talvez) você não saiba sobre o filme

Após o sucesso de 'Batman' de 1989, a Warner viu a possibilidade de retornar com as franquias de super-heróis e deu inicio a produção de sua sequência. Michael Keaton continua na pele do Homem morcego, que desta vez enfrenta o Pinguim de Denny DeVitto; e a inesquecível Mulher Gato de Michelle Pfeiffer. A direção também permanece com Tim Burton.

Nesta aventura, lançada em 19 de junho de 1992 nos EUA, A aliança do magnata sem escrúpulos Max Shreck (Christopher Walken) com a mais nova sensação da cidade, O Pingüim (Danny DeVito), um ser nada comum, abala a calma e a tranquilidade dos habitantes de Gotham City. Só Batman pode impedir que os dois tomem conta de Gotham mas a situação se complica ainda mais com a aparição da Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer), que sabe seduzir e manejar um chicote com a mesma facilidade.

25 anos após o seu lançamento, o Parada Obrigatória traz 10 curiosidades de 'Batman: O Retorno' que (talvez) você não saiba:

- O contrato de Tim Burton e Michael Keaton era de apenas um filme para o herói. Burton, que geralmente não dirige sequências de seus longas, só aceitou voltar para a franquia após os estúdios garantirem que Batman: O Retorno seria totalmente independente do primeiro. Keaton, anos depois, assumiu que só retornou para o papel pois precisava de dinheiro.

- Na cena em que os gatos se aproximam de Selina (Pfeiffer), foi colocada atum em uma versão falsa da atriz e em seu terno para que os felinos se aproximassem.

- A roupa utilizada por Michelle Pfeiffer como Mulher Gato era extremamente apertada. A atriz contou em entrevistas que era selada a vácuo e que precisava rodar as cenas de maneira rápida antes que começasse a passar mal. Era até mesmo dificil para se ouvir. Em algumas cenas, Burton teve que parar a gravação e pedir para que a atriz diminuisse seu tom pois estava gritando. Questionada se alguma vez voltou a vestir a fantasia para um momento intimo com seu marido, Michelle assumiu que com o termino das gravações desejou nunca mais precisar usar a fantasia novamente. 60 trajes foram utilizados durante as gravações que duraram 6 meses. Cada um custava US$ 1.000.

- A Warner Bros. enfrentou problemas com os cartazes que estampavam a Mulher Gato em paradas de ônibus. Isso porque estavam sendo roubados constantemente fazendo com que o estúdio precisa-se troca-los. Policiais chegaram a patrulhar os locais para tentar pegar os ladrões.

- Michelle Pfeiffer não era a primeira escolha de Tim Burton para interpretar Selina / Mulher Gato. Annette Bening era a escolhida, mas precisou recusar devido à sua gravidez. Sean Young, que já havia interpretado Vicki Vale no primeiro filme, também tentou o papel. Outras atrizes de nome também tentaram, entre elas: Ellen Barkin, Jennifer Beals, Lorraine Bracco, Cher, Geena Davis, Bridget Fonda, Jodie Foster, Nicole Kidman, Jennifer Jason Leigh, Madonna, Demi Moore, Susan Sarandon, Brooke Shields, Sigourney Weaver, Raquel Welch e Meryl Streep.

- Foi difícil gravar a cena em que o macaco entrega a carta de Batman para Pinguim. Isso porque o animal ficou aterrorizado com a caracterização de Danny DeVitto e não chegava perto do ator de maneira nenhuma.

- Todo o cenário de Gotham foi realmente construído e ocupou 50% dos estúdios da Warner. Prédios e casas foram construídos de maneira que pudessem ser movidos para dar impressão de um novo local na cidade. Michelle Pfeiffer contou que se perdia todos os dias para chegar aos locais de filmagem.

- Pássaros de fantoches foram construídos para a cena em que Michelle Pfeiffer coloca o animal vivo na boca. Entretanto, a atriz achou que pareciam falsos demais e pediu um passarinho de verdade para as gravações.

- Danny DeVito foi proibido de descrever para qualquer pessoa, incluindo sua família, a maquiagem e caracterização de Pinguim no filme. Até mesmo as gravações eram feitas em sigilo para que a imprensa não tivesse acesso. Eram necessáriasquatro horas de maquiagem para colocar o nariz e outros adereços.

- O ator também contou que descobriu que estava sendo considerado para o papel de Pinguim um ano antes do convite, através de um artigo em um jornal.

+1
- Pfiffer realizou algumas aulas com um treinador para poder manusear corretamente o chicote. Em uma das aulas, acabou acertando o rosto do professor. Apesar do corte, continuou com seu treinamento. Em 2004, durante uma mudança de residencia, encontrou o chicote e tentou usa-lo novamente em seu quintal. Segundo ela, o resultado não foi muito satisfatório e estava "um pouco enferrujada".

Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário