PO TOP :: Injustiçados do Oscar

Que o Oscar é a maior premiação de cinema mundial, não tem como contestar-mos. Entretanto, ano após ano a Academia sempre consegue nos surpreender premiando aqueles que acreditávamos não ter chances ou sequer indicar aqueles que tínhamos certeza que estariam na lista. Pensando nisso, o PO Top de hoje reúne dez de uma grande lista de injustiçados que deveriam ter levado uma estatueta mas foram completamente esquecidos pela Academia. Pegue o lencinho e não esqueça de comentar outros injustiçados que você sentiu falta na lista:

+ CONFIRA TAMBÉM 10 CURIOSIDADES SOBRE A HISTÓRIA DO OSCAR

AMY ADAMS
Após 5 indicações na história da premiação, muitos críticos acreditavam que este seria o ano em que atriz Amy Adams finalmente levaria a estatueta por sua interpretação na aclamada ficção-cientifica “A Chegada”. Ao menos que fosse indicada. Mas não foi o que ocorreu. A edição de 2017 simplesmente passou batido pelo trabalho e somente convidou a Amy para apresentar uma das categorias. Com isso, a maldosa internet já elegeu a atriz como o novo “Leonardo DiCaprio”.


CENTRAL DO BRASIL
Muito antes de acontecer o 7x1, o Brasil já sofria com grandes perdas. Em 1999 o filme “Central do Brasil” se tornou um grande sucesso das premiações na categoria melhor filme estrangeiro levando até mesmo o Globo de Ouro. Entretanto, o fato não se repetiu no Oscar e o filme acabou perdendo para o italiano “A Vida É Bela”. Mas, o que mais doeu no coração dos brasileiros foi a atriz Fernanda Montenegro, indicada na categoria de melhor atriz por sua brilhante atuação no longa, ter perdido a estatueta para a atriz Gwyneth Paltrow em “Shakespeare Apaixonado”. Aliás, muito foi questionado naquele ano pois a comédia romântica estrelada por Paltrow também levou o prêmio de melhor filme deixando o ótimo “O Resgate do Soldado Ryan” para trás.



CIDADÃO KANE
Na época do seu lançamento, “Cidadão Kane” não foi muito bem de bilheterias. Porém, o filme já foi considerado como um dos melhores longas já feitos em todos os tempos sendo até utilizado como objeto de estudo para estudantes da área de cinema em diversas faculdades. Ao que parece, a Academia não concorda com a opinião popular. Em 1942 o filme perdeu a estatueta para “Como Era Verde O Meu Vale” levando apenas o prêmio de Melhor Roteiro Original. Até hoje os críticos se questionam o que ocorreu naquele ano.


CANTANDO NA CHUVA
O musical “Cantando na Chuva” é um presente para os amantes de cinema pois retrata de forma sublime a transição da indústria cinematográfica dos filmes mudos para os falados ao mesmo tempo que nos envolve em uma história de amor do casal principal. Apesar de estar nas listas atuais de melhores filmes, na época o longa não recebeu tanta importância. Tanto que não chegou a receber nenhuma indicação para o Oscar. O único prêmio que possui é um Globo de Ouro para o ator Donald O'Connor.


LARANJA MECÂNICA
Perturbador e violento, “Laranja Mecânica” consegue ser impactante e trazer questionamentos sociais até os dias de hoje. Desde seu lançamento, o clássico conquistou fãs e garantiu seu lugar nas listas de melhores filmes. Em 1972, foi indicado para quatro categorias: Melhor Montagem, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Diretor e Melhor Filme. De todas, não levou nenhum. Perdeu o principal prêmio para o filme “Operação França”. Com um filme incrível como esse, é estranho imaginar que Stanley Kubrick nunca ganhou nenhum Oscar, mas...



STANLEY KUBRICK / CHARLES CHAPLIN / ALFRED HITCHCOCK
Sim! Stanley Kubrick dirigiu 16 filmes em sua carreira e não conseguiu levar nenhuma estatueta para casa. O mesmo ocorreu com Charles Chaplin e com Alfred Hitchcok que nunca foram eleitos melhores diretores pela premiação. Porém, diferente de Kubrick, os dois últimos ainda receberam Oscar honorários por sua carreira e conjunto da obra. Sorte a nossa que fomos presenteados ainda sim com tantos filmes incríveis.


O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN
Em 2006, Ang Lee recebeu o prêmio de melhor direção pelo drama “O Segredo de Brokeback Mountain”. Entretanto, na categoria melhor filme perdeu para “Crash – No Limite”. A crítica e a audiência não ficaram muito satisfeitas com a escolha e algumas acusações de homofobia foram realizada para a Academia devido o longa contar a história de um romance homossexual. Muitos afirmam que a Academia não estava preparada para dar um prêmio para um filme com esta temática.


TÁXI DRIVER
Não que “Rocky – Um Lutador”, filme quase autobiográfico de Sylvester Stallone, não merecesse o prêmio de melhor de filme em 1977. Entretanto, junto com ele naquele ano concorria “Taxi Drive”, dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Robert DeNiro, que dá um show de interpretação. Ambos os filmes entraram para a história do cinema, entretanto, o filme de Scorsese era o preferido pela crítica.


A ESPERA DE UM MILAGRE
É bem provável que você chorou com a interpretação de Michael Clarke Duncan em “A Espera de Um Milagre”. Não é à toa que o ator recebeu uma indicação de melhor ator coadjuvante em 2000. Entretanto, o filme não levou nenhuma das quatro categorias em que foi indicada naquele ano. Inclusive o de melhor filme, que perdeu para o polêmico “Beleza Americana”.


A COR PÚRPURA

Imagina receber 11 indicações e não levar nenhuma delas. Isso ocorreu com o drama “A Cor Púrpura”. O filme que retrata discriminação racial e sexual em 1906, estrelado por Whoopi Goldberg, chegou até a levar um Globo de Ouro de melhor atriz para Whoopi, mas não conseguiu conquistar nenhum Oscar. Surpresa para todos tendo em vista o alto número de indicações em que teve. Na categoria melhor filme, acabou perdendo para “Entre Dois Amores”.



Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário