O QUE ACHAMOS DE :: LEGO Batman - O Filme

Após o sucesso de Uma Aventura Lego, tendo uma sequência programada, já era de se esperar que a empresa apostaria em produzir outros filmes. A grande sacada da vez foi aproveitar os direitos autorais que possui com vários estúdios para apresentar seus brinquedos. Surgiu assim Batman Lego – O Filme.

Na animação temos um cavaleiro das trevas diferente do que vemos de costume. Egocêntrico, rico e filantrópico (referencias), Batman é amado por Gotham e acredita ser a salvação que a cidade precisa, sem haver uma segunda opção. Isso muda quando Barbara Gordon assume a posição de comissária e propõe que o herói deva trabalhar em conjunto com a polícia e não mais sozinho.  Ao mesmo tempo, Bruce Wayne acaba adotando acidentalmente o jovem órfão Dick Grayson – grande fã do Batman – enquanto o Coringa da inicio a seus planos maléficos para provar ao homem morcego que é seu maior arqui-inimigo. Com tanta coisa acontecendo, é hora de Batman rever suas atitudes antes que seja tarde demais.

Engana-se quem pensa que Batman Lego trata-se de um filme divergente do universo criado para o morcego dos filmes live-action e das séries de décadas passadas. Repleto de referências que deixaria Steve Rogers enlouquecido, a animação tem o poder de se transformar em uma sequência em momentos que cita detalhes de outros filmes do universo DC. Sendo fã, é garantido risadas nestas cenas e até um possível arrepio em rever grandes acertos e até mesmo os erros da história do homem-morcego. Fique atento pois existem também referencias de outros filmes que possuem parceria com a LEGO!

Assim como em Uma Aventura Lego, a movimentação dos personagens é representada quase como faríamos na vida real. Além disso, somos sempre lembrados que aquele é um universo LEGO onde peças podem ser desmontadas e montadas como quiser podendo se tornar o que sua imaginação permitir, abrindo um leque de possibilidades. Acerto da produção que tem a intenção de que busquemos os brinquedos do filme assim que sairmos da sala de cinema.

Apesar de ser um grande presente para os fãs, a animação se torna arrastada em alguns momentos. O início é rápido e sem muita enrolação para apresentações de personagens ou história. Entretanto, isso faz com que o egocentrismo de Bruce Wayne se torna previsível já na metade do filme levando algumas piadas já não possuírem mais a mesma graça como no inicio.

Claro que o filme se trata de uma super estratégia de marketing da empresa LEGO para vender mais produtos.  Com isso, o excesso de vilões colocados no longa podem deixar o telespectador confuso e sem entender de onde surgirão ou quem são. Até mesmo o Rei do Condimento (personagem que surgiu na série animada de Batman e que tem como arma um lançador de Ketchup e Mostarda) ganha sua versão Lego nos fazendo perguntar se realmente seria necessário.


Batman Lego – O Filme conquista a missão de entreter não somente as crianças como também os adultos, nos fazendo apegarmos aos personagens antes mesmo de sairmos da sessão e trazendo uma grande lição em seu final. Despretensioso, se torna uma homenagem e um presente aos fãs do cavaleiro das trevas.  Mesmo sendo uma produção das empresas LEGO, vamos considerar como um grande acerto da DC - após algumas falhas durante os anos - que vale a pena ser visto no cinema.


Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário