Especial Anne Hathaway:: O diabo veste Prada

Hoje, dia 12 de Novembro de 2016, a atriz Anne Hathaway está completando  34 anos de vida. Sua carreira é recheada de sucessos, O diário da princesa, Os miseraveis, Batman O cavaleiro das trevas ressurge, e um dos mais marcantes: O diabo veste prada. Para prestar nossa singela homenagem a Anne, resolvemos relembrar esse filme que foi decisivo em sua carreira.


Anne é Andy Seachs, uma jornalista novata que consegue o emprego que todas as garotas matariam para poder ter, assistente de Miranda Priestly na conceituada revista de moda Runaway.
O filme narra as mudanças de personalidade da Andy, que começa como a garota desajeitada, mas inteligente e batalhadora, a sua figura vai mudando conforme ela se aproxima mais deMiranda, uma mulher elegante, fria, autoritária e abusiva. Embora Andy seja protagonista, o catalizador da trama é sua chefe. A personagem da brilhante Maryl Streep é tão focada e obcecada por sua carreira, que todos os seus funcionários refletem isso. Por mais que odeiem Miranda e sua ditadura, todos querem ser amados por ela.
Vemos isso de forma mais clara em dois personagens, Nigel e Emily, respectivamente Stanley Tucci e Emily Blunt. Emily sacrifica sua saúde com dietas malucas. Fora a ansiedade e o stresse que a personagem sempre apresenta, basta saber que Miranda está a caminho e ela já começa a tentar espelhar o seu comportamento. E mesmo que Nigel se mostre mais "humano" em comparação as garotas, há ainda uma cena em que ele diz "Gostaria de ver Paris como ela realmente é".  Mais um sinal do quanto os funcionários de Miranda se sacrificam, não por ela, mas por se tornarem ela.



Mesmo que no inicio Andy desprezasse o mundo em que precisa trabalhar, em pouco tempo, ela começa a ceder a paranoia que a cerca. Afinal, o ser humano é um ser social e influenciado pelo meio em que está. O choque cultural em que as duas mulheres são inseridas é tão grande que mesmo quando Andy abandona seu emprego jogando o celular na fonte (quem nunca quis fazer isso?) ela não volta a ser como antes. Ela nunca mais será a garota desajeitada e insegura que era, assim como Miranda também vai se humanizando ao longo do filme. Bem, ao menos da chefe tirana que não sabe o nome de sua assistente até a chefe tirana que diz que quem não contratar sua ex assistente é um completo idiota.



Share on Google Plus

About Bruna Cagnin Fernandez

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário