CURIOSIDADES :: 16 curiosidades sobre a Fantástica Fábrica de Chocolates que (talvez) você não saiba


Essa semana faleceu o nosso querido Gene Wilder, e para homenageá-lo, separamos algumas curiosidades do filme A Fantástica Fábrica de Chocolates, na versão de 1971, onde Wilder interpretou o chocolateiro Willy Wonka.

Estão prontos?

Então venham comigo, Oompas Loompas!


1 - As filmagens do primeiro filme começaram em 30 de abril de 1970 e terminaram em 19 de Novembro de 1970, o diretor foi Mel Stuart.

2 - O filme foi lançado originalmente nos cinemas americano pela Paramount Pictures, mas o restante das exibições (TV, DVD, Cinema) foram realizadas pela Warner Bros.

3 - Os cenários eram originais de Munique, Baviera e Alemanha. (Chique né? Ou não...) É que saía mais barato do que montar cenários fakes nos EUA. No final do filme, o elevador voa em cima da cidade de Nördlingen, na Baviera.

4 - A fábrica de gás Stadtwerke München foi usada para filmar as cenas exteriores da Fantástica Fábrica. O prédio até hoje é um ponto turístico. (Partiu Stadtw?... melhor não)


5 - O longa foi um fracasso de bilheteria, arrecadando apenas US $ 4 milhões (JURO! Mas calma...), em compensação seu VSH foi um dos mais vendidos (UFA!), além do filme transmitido na TV, que foi um dos mais assistidos pelas crianças. Não é a toa que se tornou um clássico e ganhou seu remake. Falando nisso... a refilmagem (aquela do Johnny Depp) foi lançada 34 anos depois da sua primeira versão.

6 - Nos países onde as gravações foram feitas houve uma grande dificuldade de encontrar elenco para atuar como Oompa Loompas, já que eles precisavam de muitas pessoas pequenas. Após encontrar, a maioria não falava inglês, por isso no filme a gente consegue ver alguns errando a letra. (Extra extra: um dos Oompas Loompas era uma menina!)

7 - O ator Peter Ostrum, que interpretou Charlie Bucket atuou apenas uma vez na vida. Após esse filme (esse mesmo, dos chocolates), o menino seguiu sua vida pessoal e se formou em medicina veterinária.

8 - “A Fantástica Fábrica de Chocolates” foi indicado para o Oscar de melhor música e também para o Globo de Ouro de melhor ator, com Gene Wilder.

9 - Na Sala de Chocolate tudo era comestível e no set de filmagem era quase a mesma coisa. Uma das únicas coisas que não podia era a xícara no formato de flor que Wonka comia. (UÉ?!). Wilder teve que esperar a câmera mudar de ângulo para cuspir a flor feita de cera.

10 - A maioria das barras de chocolate eram feitas de madeira. (triste, né?)

11 - A reação das crianças ao verem a sala cachoeira de chocolate foi real, era a primeira vez que viam o cenário.

12 - O Rio de Chocolate era feito de cacau e creme misturado com água. Só que a fórmula teve que ser modificada várias vezes até dar certo. As vezes saía na cor errada (tipo sangue) e as vezes fedia muito (ECA!!!).

13 - Wilder leu seu roteiro e exigiu apenas uma coisa: ele daria uma cambalhota na cena que encontra as crianças. (melhor pessoa). Ao ser questionado, ele respondeu que Willy Wonka começa mancando e termina dando cambalhotas e isso definiria um tom para o personagem, onde suas ações eram completamente imprevisíveis.

14 - Na cena em que Wonka leva as crianças para passear no barco “Wonka Wash”, onde a máquina era abastecida por refrigerantes e cuspia espuma nos passageiros, os produtores usaram espuma de extintor e isso deu uma grave irritação de pele nos atores. Todos precisaram de tratamento médico durante dias.

15 - Depois da canção Pure Imagination, a embarcação acelera, as luzes piscam e Gene Wilder interpreta um anfitrião alucinado, falando coisas assustadoras. A atriz Denise Nickerson (Violet) disse que todos se assustaram de verdade. A atuação de Wilder foi tão convincente que, por um momento, eles acharam que ele tinha enlouquecido. (APAVORADO)

16 - O nome original do longa seria Charlie and the Chocolate Factory (como no livro de Roald Dahl), mas por sua campanha de marketing, o nome foi trocado para Willy Wonka and the Chocolate Factory, assim puderam promover as barras de chocolate Wonka, que foram produzidas pela empresa Quaker Oats, que patrocinou o filme. (Maaas) aí vem o problema! Uma tonelada desses produtos tiveram que ser retirados das lojas porque a receita deu errado e as barras derretiam rápido demais. (Manda aqui pra casa)




Agora me diz... Qual a sua curiosidade preferida?



Até a próxima!


Share on Google Plus

About Mariana Valverde

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário