Especial HP - A Ordem da Fênix

A Ordem da Fênix é o primeiro filme da franquia que, infelizmente, traz Michael Goldenberg como roteirista e David Yates como diretor.

Após presenciar o retorno do Lord da Trevas Harry Potter não imagina o que pode acontecer, agora que seu Voldemort voltou. Harry é levado para a sede da Ordem da Fênix para descobrir que o mundo mágico não quer aceitar o fato de que Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado esta de volta. Tentando desacreditar Harry e Dumbledore, o Ministério da Magia passa a interferir em Hogwarts, colocando dentro da escola uma Alta Inquisidora, Dolores Umbridge. Enquanto Harry e seus amigos tentam se defender da ofensiva do ministério criando um pequeno exército (Armada de Dumbledore), todos têm que lidar com algo muito mais sério: o fato de que Voldemort está de volta.

Curiosidades de bastidores
- Evanna Lynch deve que disputar com 15.000 meninas e 29 meninas parque consegui-se o papel de Luna. Na fase final, era a nona nos vídeos dos testes e David Barron, um dos produtores, parou depois dela dizendo: “Ela é Luna”. O que ninguém sábia era que Lynch na verdade escreveu uma carta diretamente à J.K Rotling.

-  Os brincos de rabanete usados por Luna Lovegood foram na verdade feitos por Evanna Lynch (a atriz que a interpreta)

- Apenas o carpete da sala da Professora Umbridge custou £50.000 (aproximadamente R$202.560)

- O set do julgamento de Harry é o mesmo usado no julgamento de Igor Karkaroff em O Cálice de Fogo, porém, dobrado de tamanho.

- Monstro não apareceria na história. Mas JK Rowling insistiu muito até que inserissem o personagem na trama se não teriam problemas na última adaptação.

- A Sala Precisa era descrita nos livros como uma sala sem começo nem fim. Para chegar a esse resultado, a equipe de efeitos especiais elaborou, em cinco meses, um local tendo espelhos rotatórios instalados para minimizar as reflexões das câmeras e da equipe. O chão deve que ser preto e os membros da equipe tinham que ter um veludo preto cobrindo seus sapatos.

- Grope, o meio irmão de Hagrid, foi criado através da mais nova inovação em tecnologia de captar os movimentos de um ator e transferir para um personagem virtual. O resultado foi melhor do que o esperado.

- Já que neste filme existe um duelo de varinhas de nível superior, foi chamado o coreografo Paul Harris pra desenvolver estilos e técnicas (5 diferentes estilos no total) para que cada ator adapta-se e deixa-se a cara de seu personagem.

- O set do Departamento de Mistérios e o primeiro de todos os filmes a ser gerado totalmente por computação gráfica. Estima-se que foram criadas 15.000 bolas de cristais e criar elas de verdade levaria muito tempo e muito trabalho para limpar caso fosse necessário refazer a cena.

- Foi lançado em 4.181 cinemas só nos Estados Unidos, um recorde para os longas da Warner Bros.

Conclusões finais de um fã
Apenas uma palavra para definir meu sentimento ao assistir A Ordem da Fênix: DECEPÇÃO. 
Nunca senti falta de um roteirista como senti nesse filme. 

Tantos elementos que eu fiquei ansioso ao ler o livro para ver nas telas de cinema e quando estou lá...CADE?!

Um filme sem emoção, sem ação, sem expectativa, morno, entre outros adjetivos ruins.  Para mim, o pior filme da franquia. Nem a luta entre Dumbledore e Voldemort me deixou animado. Os efeitos são bons mas a história, fica devendo.
Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário