PO TOP :: As 10 piores mães do cinema

Mãe é sinal de carinho, ternura, afeto... acontece que algumas vezes isso sai um pouco do padrão e, em alguns casos, as fazem até se tornarem um pouco maléficas. Entretanto, tudo é pelo bem e cuidado de seus filhos. Pelo menos é o que elas dizem.
Neste dia das mães o Parada Obrigatória resolver relembrar dez das piores mais já apresentadas nos cinemas. Apesar de seus estilos, precisamos admitir que amamos cada uma exatamente do seu jeito.
Não esqueça de comentar no final alguma mãe que esquecemos.

FELIZ DIA DAS MÃES!!!

Mãe: Mãe do Stifler

American Pie

Às vésperas do baile de formatura, quatro amigos virgens - Jim (Jason Biggs), Kevin (Thomas Ian Nicholas), Oz (Chris Klein) e Finch (Eddie Kaye Thomas) - fazem um pacto para perder a virgindade, custe o que custar, nas 24 horas seguintes.

Porque: Ela é do tipo "Mãe Moderna", tanto que adora pegar os amigos do seu filho. Digamos que não é um bom exemplo.




Mãe: Fada-Madrinha
Shrek 2

Após se casar com a Princesa Fiona (Cameron Diaz), Shrek (Mike Myers) vive feliz em seu pântano. Ao retornar de sua lua-de-mel Fiona recebe uma carta de seus pais, que não sabem que ela agora é um ogro, convidando-a para um jantar juntamente com seu grande amor, na intenção de conhecê-lo. A muito custo Fiona consegue convencer Shrek a ir visitá-los, tendo ainda a companhia do Burro (Eddie Murphy). Porém os problemas começam quando os pais de Fiona descobrem que ela não se casou com o Príncipe (Rupert Everett), a quem havia sido prometida, e enviam o Gato de Botas (Antonio Banderas) para separá-los.

Porque: Pode até ser considerada uma boa mãe, afinal ela só queria o bem para o seu "bebê". Acontece que ela o procura da maneira errada.



Mãe: Mãe de Kevin

Esqueceram de Mim

Em Chicago, uma família inteira planeja passar o Natal em Paris. Porém, em meio às confusões de viagem um dos filhos (Macaulay Culkin), com apenas 8 anos, é esquecido em casa. Assim, o garoto se vê obrigado a se virar sozinho e a defender a casa de dois ladrões.

Porque: ELA ESQUECE O PRÓPRIO FILHO ANTES DE VIAJAR!!!
Tenho que dizer algo mais?!




Mãe: Beverly
Mamãe é de Morte

Tudo parece ser absolutamente tradicional e normal na família Sutphin, até o dia em que os vizinhos começam a receber telefonemas anônimos e ameaçadores. Eles nem desconfiam que, do outro lado da linha, a mamãe Beverly (Kathleen Turner), sem que os filhos saibam, está mexendo os pauzinhos para que ninguém perturbe a paz de seus pimpolhos. Com muito carinho e cuidado ela dá cabo naqueles que ela julga terem sido injustos com os filhos.

Porque: matar aquele que, supostamente, atrapalham o caminho dos seus filhos não é a melhor maneira de educá-los.



Mãe: Joan Crawford

Mamãezinha Querida

O comportamento tirânico da atriz Joan Crawford (Faye Dunaway) com seus dois filhos adotivos, contrastando fortemente com a imagem de mãe dócil e compreensiva que era passada ao público. Tudo isto é narrado sobre a ótica de Christina Crawford (Diana Scarwid), a filha adotiva da atriz.

Porque: é inspirado em uma história real, fazendo nos revoltar ainda mais.




Mãe: Sra. Lift
Joguem a Mamae do Trem

Owen Lift (Danny DeVito) e Larry Donner (Billy Crystal) são dois homens que têm pelo menos uma coisa em comum: querem ser escritores, mas não conseguem. O primeiro por absoluta falta de talento e o segundo por sofrer uma espécie de bloqueio. Mas eles tem outra coisa em comum: ambos adorariam ver uma mulher morta. No caso de Owen, ele gostaria que sua mãe morresse, pois passou grande parte do seu tempo cuidando da mãe, que o atormentava o tempo todo. Já Larry sonha em ver morta sua ex-mulher, Beth (Kate Mulgrew), que abandonou-o levando seus textos e publicou tudo sobre seu nome. Os dois cada vez mais alimentam o desejo de eliminar estas mulheres de suas vidas e a melhor maneira de saírem impunes é trocando os assassinatos entre si.

Porque: Imagine você ter vontade de matar sua própria mãe?!
Isso só justifica o quanto ela pode ser insuportável.

Mãe: Mãe de Norman Bates

Psicose

Secretária (Janet Leigh) rouba 40 mil dólares para se casar. Durante a fuga, erra o caminho e chega em um velho motel, onde amavelmente atendida pelo dono (Anthony Perkins), mas escuta a voz da mãe do rapaz, dizendo, que não deseja a presença de uma estranha. Mas o que ouve na verdade algo tão bizarro, que ela não poderia imaginar que não viveria para ver o dia seguinte.

Porque: Acho que só assistindo aos filmes de Hitchcock para entender seu potencial.

Mãe: Linda

03º - À Procura da Felicidade

Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, Linda (Thandie Newton), sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno. Chris consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe salário pelos serviços prestados. Sua esperança é que, ao fim do programa de estágio, ele seja contratado e assim tenha um futuro promissor na empresa. Porém seus problemas financeiros não podem esperar que isto aconteça, o que faz com que sejam despejados. Chris e Christopher passam a dormir em abrigos, estações de trem, banheiros e onde quer que consigam um refúgio à noite, mantendo a esperança de que dias melhores virão.

Porque: Abandonar sua família no momento mais critico não é um ato admirável.

Mãe: Mary

Preciosa - Uma História de Esperança

Nova York, bairro do Harlem. Claireece "Preciosa" Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai (Rodney Jackson) e abusada pela mãe (Mo'Nique), ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. O fato de ser pobre e gorda também não a ajuda nem um pouco. Além disto, Preciosa tem um filho apelidado de "Mongo", por ser portador de síndrome de Down, que está sob os cuidados da avó. Quando engravida pela segunda vez, Preciosa é suspensa da escola. A sra. Lichtenstein (Nealla Gordon) consegue para ela uma escola alternativa, que possa ajudá-la a melhor lidar com sua vida. Lá Preciosa encontra um meio de fugir de sua existência traumática, se refugiando em sua imaginação.

Porque: Ver sua filha necessitando de ajuda e ainda conseguir humilha-la ainda mais é um dos fatores que nós faz ficar inquietos na cadeira ao assistir Preciosa.

Mãe: Margareth

Carrie, A Estranha

Carry White (Sissy Spacek) uma jovem que não faz amigos em virtude de morar em quase total isolamento com Margareth (Piper Laurie), sua mãe e uma pregadora religiosa que se torna cada vez mais ensandecida. Carrie foi menosprezada pelas colegas, pois ao tomar banho achava que estava morrendo, quando na verdade estava tendo sua primeira menstruação. Uma professora fica espantada pela sua falta de informação e Sue Snell (Amy Irving), uma das alunas que zombaram dela, fica arrependida e pede a Tommy Ross (William Katt), seu namorado e um aluno muito popular, para que convide Carrie para um baile no colégio. Mas Chris Hargenson (Nancy Allen), uma aluna que foi proibida de ir festa, prepara uma terrível armadilha que deixa Carrie ridicularizada em público. Mas ninguém imagina os poderes paranormais que a jovem possui e muito menos de sua capacidade vingança quando está repleta de ódio.

Porque: A crueldade de Margareth e sua frieza são peças chaves para esse clássico dos anos 70.

******************************************
Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

2 comentários :

  1. Kate Mulgrew também interpretou a Mama Frateli, os bandidos do filme "Os Goonies". Muito legal!!

    ResponderExcluir
  2. Faltou a mãe de "Uma menina de ouro"

    ResponderExcluir