CURIOSIDADES :: Pipoca + Cinema. De onde surgiu esta combinação?

Todo mundo então chega a conclusão de assistir um filme em casa, então, o que comer?! PIPOCA.
É mais que uma simples combinação, já virou tradição e definitivamente Cinema combina com pipoca. Mas você já parou para pensar o porque deste costume?

Os primeiros relatos que se tem sobre a pipoca surge por volta de 1840, mas somente quinze anos depois é que foi inventado a primeira máquina portátil de pipoca no mundo, fazendo assim com que os pipoqueiros começassem a se instalar em parques, feiras e qualquer lugar que tivesse aglomeração de pessoas nos Estados Unidos. Devido a seu baixo custo e sabor, o produto se tornou um sucesso.

Nesse mesmo século foi quando surgiu as salas de cinema. Então mais que imediatamente os ambulantes instalaram seus carrinhos na porta dos cinemas de rua presentes por todas as partes. No inicio, os donos não simpatizaram muito com a ideia. Para eles, o milho estourado distraia os espectadores sem contar a tamanha sujeira que faziam. Além disso, ir ao cinema era considerado um programa para as elites e a pipoca um produto que não era compatível com a sofisticação das presentes.

A MUDANÇA DE PENSAMENTO

Primeira máquina de Pipoca Elétrica em 1925
Porém, aos poucos estes mesmos donos notaram que o que poderia ser um problema acabou se tornando fonte de dinheiro. Em 1925 definitivamente as pipocas se fixaram. Charles Manley inventou a máquina elétrica de pipoca e vendeu, logicamente, para os donos de cinema. Anos depois, os Estados Unidos entraram em uma grande depressão econômica e advinha qual era a guloseima mais barata e que poderia ser consumida dentro do orçamento dos americanos? Ela mesmo.

Para se ter uma ideia, nos anos 50 os lucros com a venda de pipoca ultrapassaram o montante ganho com os ingressos dos filmes. Hoje, a venda de pipoca, refrigerante e guloseimas correspondem a grande parte dos lucros arrecadados e é vendida em combos e diferentes tamanhos. Estima-se que os americanos consomem, por ano, 15,12 bilhões de litros de pipoca, cerca de 51 litros por pessoa. No Brasil, são 80 mil toneladas anualmente.

O lucro com as vendas de comidas e bebidas correspondem a 33% da receita dos cinemas e a mais de 50% dos lucros. Isso se deve ao fato de que diferentemente da receita dos ingressos, que é dividida com o estúdio de produção, a arrecadação proveniente da pipoca pode ser integralmente aproveitada pelo cinema.

Depois de tanta história, que tal correr na locadora e estourar um pipoquinha?

Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

6 comentários :

  1. Esse blog é cultura demais para mim!

    ResponderExcluir
  2. olá,
    Convido você a participar do novo agregador de links www.surpriselink.com, o agregador mais diferente dos que você já viu, em 2 idiomas, liberação de links na hora e muito mais.

    ResponderExcluir
  3. Conheça o Midiafire - Rede de Conteúdo - Agregador e indexador de links

    Aproveite e divulgue suas publicações.
    Não é necessário registrar-se
    Aguardamos sua visita e desejamos que seu site / blog tenha muito mais cliques.

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Você conhece o irmão do Ocioso? Não! Então venha se divertir com o http://www.tedioso.com

    ResponderExcluir
  5. Acho o povo brasileiro ainda sem educação para comer/beber algo nas salas de cinema, pois deixam a maior sujeira após a seção. Quem entra depois, senta nas poltronas sujas de pipoca, chicletes, refrigerantes, chocolates, etc. Uma imundice !

    ResponderExcluir