Retrospectiva 2010 - Fora dos Cinemas

Estamos no dia 361, faltam apenas 4, chegou a hora de lembrar dos acontecimentos mais importantes, os fatos que marcaram, os momentos que ficaram na memória. Afinal, podemos dizer que 2010 foi um ano de alegrias e tristezas.

O país já começou em clima “verde-amarelo”. Até meados de junho o assunto mais comentado era a Copa do Mundo, seu álbum de figurinhas e se Dunga era ou não “burro”. Acabamos sendo eliminados nas quartas-de-final em uma virada do time da Holanda, portanto, tirem suas próprias conclusões a respeito do técnico.

Logo em seguida, como se tudo fosse combinado para ter assunto depois da copa, somos surpreendidos por “casos”: Eliza Samudio e Mércia. Até poderíamos ter sentido revolta ou pena se todos os meios de comunicação não explorassem o máximo de cada um deles.

Já pensou ficar preso mais de 60 dias com outras 33 pessoas tendo que sobreviver a situações difíceis no dia-a-dia?! Isso não é uma sinopse de mais um reality show, e sim um breve resumo do trágico acidente com os alguns mineiros no Chile (*destaque para aquele que foi recebido pela mulher e amante)

Tivemos mais um festival do bom humor: O HORÁRIO ELEITORAL. Mulher Melão, Ronaldo Esper, Maguila, Netinho, etc, e claro o vencedor com Record de votos, Tiririca.
Na presidência, a primeira mulher eleita: Dilma Rousseff (*Boa Sorte para nós)

Foi o ano em que a música decidiu dar uma passada na terra do samba. Beyonce, Metálica, Bon Jovi, Coldplay, Kings of Leon, Green Day, Eminem, Smashing Pumpkins e o queridinho Paul McCartney.

Falando em música existe um fato que não pode passar desapercebido. Enquanto você implora para seu filho não deixar comida no prato, ela ousa. Como não lembrar do vestido de carne usado por Lady Gaga na entrega do premia VMA?

Na reta final, um momento que para os moradores é assustador, mas para os brasileiros um sinal de que o país ainda tem jeito. No dia 28 de as forças de segurança - formadas pelas polícias Militar, Civil, Federal e Forças Armadas - tomaram o Complexo do Alemão praticamente sem resistência dos traficantes. O que antes era uma preocupação, hoje é um novo ponto turístico, com direito a cinema 3D.

2010 foi o ano do Twitter. Anônimos e famosos diveram seu espaço para divulgar suas idéias e pagar por elas, até mesmo discutir por elas, como fez Felipe Neto e Fiuk, Rafinha Bastos e Preta Gil, entre outros.

2010 foi um ano de fortes emoções, de boas memórias e de calças coloridas (*apesar de ter minhas dúvidas se isso é bom ou ruim); um ano eclético, onde música, cinema e varias outras artes tiveram seu espaço e foram respeitadas.

2010 foi um ano a ser lembrado mas...
QUE VENHA 2011!
Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

2 comentários :

  1. Nossa, lendo seu post só consigo pensar no quanto esse ano foi movimentado e marcante em diversos aspectos. Os casos Eliza e Mércia de tão explorados certamente ficaram marcados na memória das pessoas e por muito tempo viraram assunto do dia-a-dia das pessoas. Pena que por causa do sensacionalismo barato causado essa repercussão tente anestesiar os nossos olhos e até certo ponto eliminar a sensação de surpresa e horror com a capacidade do ser humano de fazer tais barbaridades.

    ResponderExcluir
  2. Olá, parabéns pelo seu blog. Tudo de muito bom gosto! Sucesso!
    Estou te seguindo, espero sua retribuição:
    http://umpoucosobreisso.blogspot.com/

    ResponderExcluir