De A á Z - Meg Ryan - parte 1

ABC – Margaret Mary Emily Anne Hyra, mais conhecida como Meg Ryan é filha do professor Harry Hyna e da dona de casa Susan Jordan. Nasceu em Connecticut, estado vizinho de Nova York, na cidade de Fairfield.

Audição – Sua primeira audição foi para o papel desempenhado por Brooke Shields em Amor sem fim.

Box - Durante três semanas teve aulas de boxe para se preparar para seu papel em Contra tudo e contra todos (2004); Ryan queria entender o esporte e os termos de sua personagem usaria.

Cabelo – Sally Hershberger batizou um corte de cabelo de “Meg” em homenagem a Ryan, pelo motivo de que ela foi a primeira a ter.

Denis - Ryan casou com o ator Dennis Quaid no Dia dos Namorados em 1991, depois de estrelar dois filmes com ele. Meg concordou em casar com ele só depois que ele largou o seu vício em cocaína. O casal se separou em 2000. Em setembro de 2008, Ryan revelou que Quaid tinha sido infiel por um longo tempo, enquanto eles eram casados.

Escola – Na escola, Meg foi a 11ª melhor aluna em sua classe no Colegial, Tendo sido votada como "a mais legal" da turma. Também foi eleita a rainha do baile seu último ano do ensino médio.

Filhos - Ryan tem um filho do relacionamento com Quaid, Jack Henry, nascido em 24 de abril de 1992. Em janeiro de 2006, Ryan adotou uma menina chinesa de 14 mêses, Daisy True.

Germany - Seu nome artístico tem algo um tanto quanto curioso. “Meg Ryan" é um anagrama de Germany(Alemanha).

Hanks – Com Tom Hanks, Meg estrelou três filmes, ''Joe Contra o Vulcão'' (1991), ''Sintonia de Amor'' (1993) e Mensagem pra você (1998).

Impaciente – Quando questionada se tem algum defeito, a atriz afirma que é impaciente, muito impaciente.

Jordan - Tem um relacionamento difícil com a mãe, Susan Jordan, que saiu de casa quando Meg tinha 15 anos. Susan, numa atitude até hoje não perdoada pela filha famosa, teria trocado a tutela dos filhos pela possibilidade de tentar carreira nos palcos de Nova York (na versão da atriz), ou para se curar de um câncer no seio (na versão materna). A guerra de versões dura mais de vinte anos.

Linda – Apesar de ser linda, nunca foi vista como uma sex-symbol. Na realidade, chegou a ganhar o prêmio de "Mulher mais romântica da América".

(Confira a 2ªParte)
Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

2 comentários :