Top Top - Adaptações de HQs

Quando os roteiristas estão meio sem criatividade, eles correm para as HQs. Além de ser totalmente lucrativos para os estúdios, fazem um grande sucesso entre a garotada...
e os adultos também.
Hoje no Top Top, separamos 10 filmes que surgiram primeiro nos quadrinhos, e depois foram para as telas de cinema:
Criado por Mike Mignola e editada nos Estados Unidos pela Dark Horse. No Brasil, já foram lançados várias revistas. Em Portugal, já foram lançados dois álbuns pela Devir.
Suas aventuras combatendo o mal levam-no a viajar por todo o mundo enquanto enfrenta ameaças tão diversas como vampiros, lobisomens, fantasmas, monstros, antigos deuses da noite, ladrões de túmulos, golens, e finalmente, os mais importantes dos seus inimigos: um grupo de Nazistas (que sobreviveu até hoje numa câmara criogênica) e o espírito imortal de Rasputin, que assombra Hellboy com revelações sobre o seu verdadeiro propósito e o seu destino de destruir o mundo que tanto ama.
O filme tem duas versões: Hellboy (Hellboy) - 2004 e Hellboy II: O Exército Dourado (Hellboy II: The Golden Army) que tem estréia prevista para 5 de setembro deste ano.

Criado pelo desenhista Mike Ploog e os escritores Roy Thomas e Gary Friedrich, tendo estreado em Marvel Spotlight #15 (Agosto de 1972).Nos Estados Unidos existiam outros personagens que também se chamavam Ghost Rider (nome em inglês do Motoqueiro). O da Marvel (que provavelmente plagiou outro dos anos 50, de antiga editora) posteriormente virou Phantom Rider, um cowboy que assustava os malfeitores se disfarçando em fantasma, ou seja, usando uma tinta fosforecente e uma máscara branca. No Brasil esse personagem ficou conhecido como Cavaleiro Fantasma ou Fantasma Vingador.Além do evidente plágio do antigo cowboy, também tem sido motivo de polêmica a idéia do crânio flamejante do personagem, que teria sido inspirado em outro herói da Era de Ouro, mas que até hoje não foi confirmado pelos artistas da Marvel.O desenho teve uma versão cinematografica: Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider) – 2005.

Foi o super-herói da segunda série de histórias criada por Jack Kirby e Stan Lee, em 1962, dando continuidade à revolução dos quadrinhos iniciada com o Quarteto Fantástico (Fantastic Four). Seu nome verdadeiro é Dr. Robert Bruce Banner.A primeira vez que as aventuras em quadrinhos do Hulk apareceram no Brasil foi com a revista Super X da Editora Ebal, lançada em 1966 como parte da campanha promocional dos chamados "Super-Heróis Shell", com os primeiros números distribuídos gratuítamente nos postos de gasolina daquela bandeira.A primeira vez que o Hulk teve uma revista própria e com seu nome foi em 1972, na breve passagem pela Editora GEA. Hoje, o personagem e todos os direitos da marvel, no Brasil, foram adquiridos pela Editora Panini, gigante mundial no seu segmento. O verdão chegou a ter título próprio, na referida editora, que durou até o nº16, sendo cancelado. As aventuras do Hulk podem ser acompanhadas no mix da revista Universo Marvel.
O verdão teve 2 versões cinematograficas: Hulk (Hulk) – 2003 e O Incrível Hulk (The Incredible Hulk) – 2008.

Criado por Stan Lee em 1963, com projeto de Don Heck nos desenhos, sua primeira publicação foi em Tales of Suspense #39 e foi publicada no Brasil em Heróis da TV #100.Como Tony Stark, o Homem de Ferro é um gênio da engenharia de automação. Nunca faltou dinheiro para seus projetos pois herdou a fortuna e os empreendimentos de seu pai aos 21 anos, quando este faleceu em um acidente. Dada a sua juventude, criou para si uma fama de playboy milionário. Essas características foram inspiradas no milionário americano da vida real, Howard Hughes. O desenho teve uma versão lançada esse ano: Homem de Ferro (Iron Man) – 2008.

Sin City é o título de uma série de Banda Desenhada por Frank Miller publicados no formato de film noir. O primeiro título da série foi publicado na revista "Dark Horse Presents" de Abril de 1991 a Junho de 1992, dividido em treze partes com diversas histórias de duração distintas que se seguiram. Todas as histórias são situadas na cidade fictícia de Basin City, com personagens recorrentes e histórias co-relacionadas.Basin City, mais frequentemente citada pelo seu apelido: Sin City (BaSin City). É uma cidade fictícia no Noroeste, localizada numa zona deserta, nas fronteiras de Seattle onde raramente chove. A cidade é também conhecida pelos seus polícias covardes, preguiçosos ou corruptos.Durante a Corrida do Ouro a Família Roark trouxe várias mulheres para a região para agradar os seus mineiros. Essas mulheres acabaram por formar o famoso distrito da Cidade Velha, o território das prostitutas.
O desenho tem apenas uma versão cinematografica: Sin City (Sin City) – 2005.

Criados durante a década de 1960 pelo Stan Lee e Jack Kirby. Este grupo foi também conhecido pela tradução mais literal Os Quatro Fantásticos, quer em Portugal, quer no Brasil, uma denominação que caiu em desuso.Diz-se que em 1961, o editor-chefe da Timely Comics (antigo nome da Marvel) Martin Goodman estava jogando uma partida de golfe com o editor rival Jack Liebowitz da DC Comics. Liebowitz contou a Goodman sobre o sucesso que a DC estava tendo recentemente com a Liga da Justiça, um novo título que apresentava uma equipe formada por vários personagens de sucesso da editora.Baseado nesta conversação, Goodman decidiu que sua companhia deveria começar a publicar sua própria série sobre uma super-equipe. Lee, que estava prestes a deixar a indústria assim que seu contrato acabasse, se associou ao desenhista Jack Kirby para produzir uma revista inovadora protagonizada por uma família de super-heróis que eram imperfeitos e conseqüentemente mais humanos do que qualquer coisa vista na época.
Foram 2 versões cinematograficas: Quarteto Fantástico (Fantastic Four) – 2005 e Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (Fantastic Four: Rise of the Silver Surfer) – 2007.

Foi criado pela dupla de autores de quadrinhos Joe Shuster e Jerry Siegal. A personagem foi apresentada na revista Action Comics #1 em 1938 nos Estados Unidos.
Primeiramente criaram um vilão com poderes telepáticos que pretendia dominar o mundo. Ele apareceu em uma curta história "The Reign of the Superman" (O Reino do Super-homem) da Science Fiction #3, um fanzine de ficção científica que Siegel publicou em 1933, reescreveu o personagem como um herói, mantendo pouca ou nenhuma semelhança com o vilão de mesmo nome, e começou uma jornada de seis anos para encontrar uma editora que publicasse-o. O local e o nome civil do herói foram inspirados em filmes, como disse Shuster em 1983. "Jerry criou todos os nomes. Nós éramos grandes fãs de filmes, e fomos inspirados por alguns atores e atrizes que víamos. Como para Clark Kent, nós combinamos os nomes de Clark Gable e Kent Taylor. E Metrópolis, a cidade base de operações do Superman, veio do filme de Fritz Lang Metrépolis de 1927, que ambos amaram".
Foram 5 versões cinematograficas: Superman - O Filme (Superman) – 1978; Superman II - A Aventura Continua (Superman II) – 1980; Superman III (Superman III) – 1983; Superman IV - Em Busca da Paz (Superman IV: The Quest for Peace) – 1987e Superman - O Retorno (Superman Returns) – 2006.

Criados por Stan Lee e Jack Kirby, estrearam em The X-Men #1, publicada em setembro de 1963.
Toda a franquia dos X-Men é construída sobre questões sociopolíticas. Os mutantes são vistos freqüentemente como uma metáfora para minorias étnicas ou qualquer outro grupo oprimido — incluindo especificamente a segregação de afro-americanos, a discriminação contra homossexuais, o anti-semitismo e o "medo dos comunistas". Além disso, em um nível individual, alguns X-men têm em seus poderes uma metáfora do estereótipo de "estranho".
A primeira tentativa de fazer uma versão cinematográfica de X-Men começou no final dos anos 1980, junto com os filmes Homem-Aranha e Hulk. James Cameron, diretor de Aliens e O exterminador do futuro, estava cotado para dirigí-los, mas isso acabou não acontecendo. Em 1996, a Fox produziu um filme para televisão baseado na série mutante Geração X.
O desenho tem 3 versões cinematograficas: X-Men - O Filme (X-Men) – 2000, X-Men 2 (X2: X-Men United) – 2003 e X-Men: O Confronto Final (X-Men: The Last Stand) – 2006.

Foi criado por um dos mais bem-sucedido criadores moderno de histórias em quadrinhos, Stan Lee e por seu grande parceiro, Steve Ditko.
Foi o primeiro herói a ganhar dinheiro com o uso de seus poderes: Peter Parker vende fotos do Homem-Aranha para o Clarim Diário. Seus motivos são altruístas: ele ajuda a tia viúva e idosa e pagar as contas, principalmente o aluguel. É, portanto, um dos super-heróis mais humanizados das histórias em quadrinhos, o que o levou a um sucesso estrondoso e a uma competição direta de popularidade com ícones do nível de Superman e Batman.
O desenho teve 3 versões cinematográficas: Homem-Aranha - O Filme(Spider-Man) - 2002, Homem-Aranha 2 (Spider-Man 2) - 2004 e Homem-Aranha 3(Spider-Man 3) - 2007.

Co-criado pelo desenhista Bob Kane e o escritor Bill Finger, embora apenas Kane receba oficialmente os créditos, apesar de seus esforços para dividir os méritos na criação do personagem. Fã da cultura vampiresca, especialmente das histórias ligadas ao personagem conhecido como Drácula, Kane imaginou um herói baseado no mesmo, com roupas negras, capa vermelha e ligado ao tema dos morcegos, mas foi Finger que deu ao personagem o formato pelo qual ficaria consagrado. Apesar de oficialmente creditado a Bob Kane, os desenhos de Frank Foster II, artista ligado à indústria de publicações de Nova Iorque na década de 1930, foram considerados autênticos pela DC Comics.
Diferentemente de outros super-heróis, Batman não tem nenhum poder sobre-humano, usando apenas o intelecto, habilidades investigatórias, tecnologia, dinheiro e um físico bem-preparado em sua guerra contra o crime.
O desenho já recebeu 6 versões cinematograficas: Batman (Batman) - 1989, Batman: O retorno(Batman Returns) - 1992, Batman Eternamente (Batman Forever) - 1995, Batman & Robin (Batman & Robin) - 1997, Batman Begins (Batman Begins) - 2005 e o recem lançado (e melhor de todos) Batman - O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight) - 2008.
_________________________________________________________
E vem vindo mais por ai (Hellboy 2, Watchmen...)
Então, até o próximo.

Share on Google Plus

About Leonardo Marques

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário